repórter

textos de Augusto Baptista

29 octobre 2006

Salvar o sorriso


Até nós chegaram alguns velhos quiosques do Porto. Refiro-me aos modelos antigos, feitos em madeira, como o que sobrevive, de boa saúde e no activo, no Largo de Mompilher. Só para o ver, falar com o senhor Vergílio Ferreira, guardião do espécime, é obrigatório visitar o lugar. No Largo da Ramadinha, mesmo ao lado da Churrascaria América, frente ao jardim de S. Lázaro, aí também existia um soberbo sobrevivente. Restaurado há poucos anos, levou sumiço. Na rotunda da Boavista, encerrado, degradado, agoniza um exemplar lindíssimo. Há que salvar a relíquia, restaurá-la, infinitizá-la. Para que de todo, nos olhos da cidade, não faleça o sorriso.


AB 

 

In Notícias Magazine

Posté par teodias à 17:03 - textos curtos - Commentaires [0] - Permalien [#]

Commentaires

Poster un commentaire