repórter

textos de Augusto Baptista

26 octobre 2006

Bobi, rua!

O cartaz afixado no expositor público questiona-me: «Já alguma vez foi abandonado?» A ilustrar a pergunta, a cara de um jovem quase de perfil, entre dedos um olho a espreitar, num desespero de luz. De luz, mas luz exterior. Luz a que falta o fulgor inimitável que vem de dentro, o alarme que ressurte nos olhos dos aflitos. Nos olhos dos abandonados. Nos olhos dos cães, nos olhos dos gatos a quem os donos nas férias dão pontapé. E que vadiam por aí essa luz de verdade, nos olhos. Tão os olhos dos meninos perdidos dos... [Lire la suite]
Posté par teodias à 14:18 - - Commentaires [0] - Permalien [#]