repórter

textos de Augusto Baptista

06 septembre 2013

A BULA II - O HOMEM QUE JOGA TANGRAM

  O HOMEM QUE JOGA TANGRAM As sete figuras entraram-lhe em casa não sabe como, não sabe quando. Lembra-se, criança, de descobrir o jogo na gaveta do pichichi – como o Galrão, o vendedor, chamara ao móvel – dentro duma caixinha quadrada. Pouco liga ao achado. Rumor de tédio, hora de inquietação, uma noite vai espreitar. E acha interessante o despojamento dos recursos, em contraste com a claridade de tanta silhueta engendrada com aquilo. Peça acima, peça abaixo, peça a peça tenta resolver um dos casos. E de tal modo se... [Lire la suite]
Posté par teodias à 15:12 - Commentaires [0] - Permalien [#]