repórter

textos de Augusto Baptista

19 novembre 2006

Pedras Parideiras

Texto de Augusto Baptista É um fenómeno espantoso, talvez único em todo o planeta. Na aldeia de Castanheira, perto de Arouca, em plena serra da Freita, aqui em Portugal, há pedras a parir pedra. O povo da região chama-lhes as pedras parideiras. E há quem diga que elas parem desde o princípio do Mundo. "Parecem pedreiros. Trazem martelos e andam por aí a partir pedra. Até os muros desfazem. E nós não podemos fazer nada". António Tavares José, presidente da Junta, anda desolado. Principalmente ao... [Lire la suite]
Posté par teodias à 15:46 - Commentaires [2] - Permalien [#]