repórter

textos de Augusto Baptista

26 octobre 2006

Triângulo amoroso


O caso nasceu assim: no âmbito do Porto 2001, foi decidido remodelar a zona do Campo dos Mártires da Pátria, junto à torre dos Clérigos. Vai dai, resolveram deslocar a estátua ali erigida ao bispo do Porto, ilustre figura: D. António Ferreira Gomes.

«Queriam pô-lo mesmo em frente à nossa porta», queixa-se Custódio Ribeiro, técnico da "Farmácia Antiga da Porta do Olival". O gerente da vizinha "Confeitaria Muralhas", Aníbal Fonseca, queixa-se exactamente do mesmo. E começou o jogo do empurra: a farmácia a atirar a estátua para longe da sua porta e mais para o lado da confeitaria; a confeitaria, mais para o lado da farmácia; os remodeladores, mais para perto da frontaria dos dois estabelecimentos.

Ficou onde está, D. António. Posição que reflecte uma concreta correlação de forças: «Se reparar, ficou mesmo a meio da confeitaria e da farmácia. E o mais à frente que conseguimos», diz Custódio. Pensa o mesmo, Aníbal. E ambos têm fé que «alguém consiga arranjar um sítio mais correcto para ele». E para eles.

 

AB

In Notícias Magazine de 14 de Jul 2002

Posté par teodias à 07:14 - In medio virtus - Commentaires [0] - Permalien [#]

Commentaires

Poster un commentaire